21 municípios de MS pedem o envio de Tamiflu e testes de Covid ao Ministério da Saúde

Municípios fazem parte do Consórcio Conectar e solicitaram ampliação de profissionais de saúde.

Municípios acreditam na testagem para controle da alta de casos Covid-19 e gripe.

Com a alta da Covid-19 e gripe, 21 municípios de Mato Grosso do Sul solicitaram apoio ao Ministério da Saúde para combate às doenças que causam as SRAG (Síndrome Gripal Aguda Grave), como a covid e a influenza. Em ofício assinado pelo Consórcio Conectar, os municípios do Estado e de outras federações do país pediram envio de medicamentos e testes.

Assinado pelo presidente do Consórcio e prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, o ofício representa mais de 2,1 mil municípios brasileiros, entre os quais estão 21 localidades de MS. No documento encaminhado na última quarta-feira (5), os prefeitos apontam três pontos de apoio necessários por parte do Ministério da Saúde.

Testes e medicamento

O primeiro deles é o reforço do envio de teste de antígeno, bem como o apoio a estruturas fixas e móveis de testagem. Os municípios pedem o auxílio “na forma de equipamentos ou financiamento para garantir a contratação das estruturas e das equipes temporárias para apoio da testagem”.

Com a alta de sintomáticos respiratórios, a procura nas unidades de saúde de MS aumentou. Por isso, também pedem “o apoio deste Ministério para uma ampliação temporária nos atendimentos, seja na forma de profissionais ou de estruturas físicas”.

Por último, solicitam com urgência o envio de Oseltamivir — receitado como Tamiflu, para o tratamento da gripe. Os municípios justificam o pedido pela “intensa demanda supracitada no atendimento ambulatorial” que “gera um esgotamento dos estoques do Oseltamivir, tão importante para o tratamento de casos graves de Influenza”.

Assim, pedem envio de estoque adicional do medicamento ou “de recursos especiais para que as cidades possam fazer a aquisição de insumos para enfrentamento desse aumento de casos”. O Tamiflu, segundo o Consórcio, é fundamental no tratamento rápido da doença e na resolução em sua forma inicial.

Consórcio Conectar

O Consórcio foi formado no com intuito de garantir a vacinação contra Covid-19 aos municípios na época em que as compras das vacinas estavam travadas no Governo Federal. Sendo assim, os prefeitos destacam que o cenário atual não comporta medidas restritivas mais rigorosas para conter o surto das doenças.

Eles entendem que “nesta sazonalidade de maior temperatura, num momento em que tivemos um esforço nacional de ampliação da vacinação e com a população ansiosa pela retomada da normalidade de suas vidas, torna-se inviável qualquer prática horizontal de isolamento e distanciamento geral da população”.

MS no Consórcio Conectar: Campo Grande, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Três Lagoas, Selvíria, Aparecida do Taboado, Inocência, Cassilândia, Costa Rica, Sonora, Corumbá, Miranda, Porto Murtinho, Jardim, Maracaju, Dourados, Douradina, Vicentina, Jateí, Rochedo e Naviraí.

Fonte: Midiamax.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s