“Isso não é traição, é uma covardia”, diz Bolsonaro, sobre Moro

Em entrevista nesta quinta, o presidente afirmou que o ex-ministro enganou o país e, desde que entrou para o governo, pretendia disputar o Planalto.

“Isso não é traição, é uma covardia”, diz Bolsonaro, sobre Moro

Jair Bolsonaro (foto) gastou uma boa parte de seu primeiro dia de trabalho de 2022 com seu passatempo favorito: atacar Sergio Moro.

Em entrevista à TV Nova, de Pernambuco, o presidente lembrou o vazamento das mensagens roubadas da Lava Jato e disse que o ex-juiz é ingrato.

“Quando estourou isso, todo mundo queira a cabeça dele. Eu peguei ele pelo braço e entrei quase que de mão dada em uma formatura da Marinha. O que mais que eu fiz, teve um jogo do Flamengo no Rio e outro em Brasília. Fui no jogo do Flamengo com ele do meu lado.”

Bolsonaro afirmou que, desde que entrou para o governo, Moro pretendia disputar a Presidência e enganou o Brasil enquanto conseguiu.

“O que ele queria era um ministério para trabalhar para ele. O propósito de poder dele já estava definido bem lá atrás. Ele enganou enquanto pôde. Na última conversa que eu tive com ele, ele falou que, olha só que ousadia do cara, eu poderia trocar o diretor-geral da PF, desde que indicasse ele para ser ministro do STF. É uma pessoa que não tem noção. Isso não é traição, é uma covardia.”

Fonte: Oantagonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s