Ciro Nogueira ataca os banqueiros após manifesto em prol da democracia

Para o chefe da Casa Civil, independência do Banco Central e perdas aos bancos causadas pelo PIX causaram a ira do sistema financeiro

Ciro Nogueira, o chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro, apontou as armas contra os banqueiros nesta terça-feira (26). O braço-direito do presidente foi ao Twitter reagir a um manifesto assinado por banqueiros como Candido Bracher e Roberto Setúbal, que cobra respeito à democracia e ao sistema eleitoral.

O texto deve ser lançado oficialmente nesta terça-feira, onde os autores dizem ser  “intoleráveis as ameaças aos demais poderes e setores da sociedade civil e a incitação à violência e à ruptura da ordem constitucional”. Apesar disso, o manifesto já atraiu a resposta da base governista.

“Presidente Jair Bolsonaro, sabe por que os banqueiros hoje podem assinar cartas inclusive contra o presidente da República, ao invés de se calarem com medo nos congelamentos de câmbio do passado?“, questionou Ciro em seu Twitter. “Porque hoje, graças ao desprendimento do poder do Senhor e à visão de país do ministro Paulo Guedes, o Brasil passou a ter um Banco Central independente.”

Ele também aponta que o PIX, sistema de transações do Banco Central implantado em 2020, tirou poder da mão de bancos.

“Se o senhor faz alguém perder 40 bilhões por ano para beneficiar os brasileiros, não surpreende que o prejudicado assine manifesto contra o senhor”, concluiu, em seu Twitter. “Mas os beneficiários, presidente, as dezenas de milhões de beneficiários do PIX vão assinar o manifesto deles também, no dia da eleição, apoiando o seu nome.

Fonte:Oantagonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s