Datafolha: Lula tem 43% das intenções de voto; Bolsonaro, 26%; Moro, 8% e Ciro, 6%

Pesquisa foi realizada entre terça e quarta-feira desta semana. Margem de erro é de dois pontos percentuais

Restando pouco mais de seis meses para o primeiro turno das eleições de 2022, pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando a disputa pela Presidência com 43% das intenções de voto. O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo lugar com 26%, desempenho superior ao que vinha registrando em rodadas anteriores de pesquisas do instituto. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Mais atrás, aparecem os candidatos do Podemos, Sergio Moro, com 8%, e do PDT, Ciro Gomes, com 6%.

Em relação ao levantamento anterior, de dezembro do ano passado, o Datafolha aponta uma distância menor entre Lula e Bolsonaro. Na ocasião, o petista oscilava entre 47% e 48% das intenções de voto, a depender do cenário, enquanto o atual presidente variava entre 22% e 21%.

As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos. A pesquisa de dezembro tinha nomes como os do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que se retiraram da disputa posteriormente. Por outro lado, foram incluídas agora as pré-candidaturas de André Janones (Avante), Vera Lúcia (PSTU) e Leonardo Péricles (UP).

Veja o percentual de intenções de voto dos candidatos – Cenário 1:

Lula (PT) – 43%

Bolsonaro (PL) – 26%

Sergio Moro (Podemos) – 8%

Ciro Gomes (PDT) – 6%

João Doria (PSDB) – 2%

André Janones (Avante) – 2%

Simone Tebet (MDB) – 1%

Felipe D’Ávila (Novo) – 1%

Vera Lúcia (PSTU) – 1%

Leonardo Péricles (UP) – não chegou a 1%

Brancos ou nulos – 6%

Não souberam responder – 2%

‘Propina em Bíblia’: Ouça os áudios em que prefeitos denunciam pastor lobista do MEC

Outros cenários

O Datafolha testou ainda um cenário com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), como candidato no lugar do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Doria venceu as prévias do PSDB no fim do ano passado. Leite, no entanto, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Os desempenhos de Leite e Doria apresentam pouca variação, com ligeira desvantagem para o gaúcho, mas dentro da margem de erro. No cenário com o governador gaúcho, Ciro Gomes oscila de 6% para 7%, e André Janones oscila de 2% para 3%. Lula e Bolsonaro mantêm o mesmo desempenho do cenário anterior.

Veja o percentual de intenções de votos dos candidatos – Cenário 2:

Lula (PT) – 43%

Bolsonaro (PL) – 26%

Sergio Moro (Podemos) – 8%

Ciro Gomes (PDT) – 7%

André Janones (Avante) – 3%

Eduardo Leite (PSDB) – 1%

Simone Tebet (MDB) – 1%

Vera Lúcia (PSTU) – 1%

Felipe D’Ávila (Novo) – não chegou a 1%

Leonardo Péricles (UP) – não chegou a 1%

Brancos ou nulos – 7%

Não souberam responder – 3%QUEM SÃO OS PRÉ-CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA EM 2022

1 de 10

Após anulação das condenações na Lava-Jato, Lula reestabeleceu os direitos políticos e afirmou que anunciará em 2022 se irá concorrer. Foto: Edilson Dantas
Após anulação das condenações na Lava-Jato, Lula reestabeleceu os direitos políticos e afirmou que anunciará em 2022 se irá concorrer. Foto: Edilson Dantas
O presidente Jair Bolsonaro cada vez se mostra mais claramente candidato à reeleição e se filiou ao PL para concorrer no ano que vem. Foto: Isac Nóbrega/PR
O presidente Jair Bolsonaro cada vez se mostra mais claramente candidato à reeleição e se filiou ao PL para concorrer no ano que vem. Foto: Isac Nóbrega/PR
Sergio Moro se filiou ao Podemos e anunciou estar pronto para "liderar" um projeto para o país. Foto: Fabio Pozzebom / Agência Brasil
Sergio Moro se filiou ao Podemos e anunciou estar pronto para “liderar” um projeto para o país. Foto: Fabio Pozzebom / Agência Brasil
Terceiro colocado nas últimas eleições, Ciro Gomes quer ser a opção da esquerda para derrotar Bolsonaro em 2022. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil / Agência O Globo
Terceiro colocado nas últimas eleições, Ciro Gomes quer ser a opção da esquerda para derrotar Bolsonaro em 2022. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil / Agência O Globo
O governador de São Paulo venceu as prévias do PSDB em novembro e se tornou oficialmente o pré-candidato à Presidência do partido. Foto: Roberto Casimiro Fotoarena / Agência O Globo
O governador de São Paulo venceu as prévias do PSDB em novembro e se tornou oficialmente o pré-candidato à Presidência do partido. Foto: Roberto Casimiro Fotoarena / Agência O Globo
O MDB anunciou que vai oficializar em dezembro a candidatura de Simone Tebet, após a senadora chamar atenção na CPI da Covid. Foto: Cristiano Mariz / Agência O Globo 26/06/2021
O MDB anunciou que vai oficializar em dezembro a candidatura de Simone Tebet, após a senadora chamar atenção na CPI da Covid. Foto: Cristiano Mariz / Agência O Globo 26/06/2021
O partido Novo oficializou o nome do cientista político Luiz Felipe D'Avila como pré-candidato do partido à Presidência. Foto: Reprodução / Instagram
O partido Novo oficializou o nome do cientista político Luiz Felipe D’Avila como pré-candidato do partido à Presidência. Foto: Reprodução / Instagram
O Avante lançou o deputado federal de Minas Gerais André Janones como pré-candidato ao Palácio do Planalto. Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados
O Avante lançou o deputado federal de Minas Gerais André Janones como pré-candidato ao Palácio do Planalto. Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Candidata à vice-presidente da República em 2014, Sofia Manzano, formada em Ciências Econômicas pela PUC-SP e doutora em História Econômica pela USP, é a pré-candidata à Presidência do PCB, partido em que atua desde os 17 anos. Foto: Divulgação
Candidata à vice-presidente da República em 2014, Sofia Manzano, formada em Ciências Econômicas pela PUC-SP e doutora em História Econômica pela USP, é a pré-candidata à Presidência do PCB, partido em que atua desde os 17 anos. Foto: Divulgação
Vera Lúcia é formada em Sociologia pela universidade Federal do Sergipe e nunca ocupou cargo político, ainda que tenha se candidatado à presidência pelo PSTU em 2018 e a prefeitura de São Paulo em 2020. Foto: Foto: Romerito Pontes
Vera Lúcia é formada em Sociologia pela universidade Federal do Sergipe e nunca ocupou cargo político, ainda que tenha se candidatado à presidência pelo PSTU em 2018 e a prefeitura de São Paulo em 2020. Foto: Foto: Romerito Pontes

Veja o percentual de intenções de votos dos candidatos – Cenário 3:

Em um terceiro cenário pesquisado pelo Datafolha, sem a emedebista Simone Tebet e com Doria no lugar de Leite, o governador paulista se mantém no patamar de 2% de intenções de voto. PSDB e MDB debatem, com o União Brasil, a adoção de uma candidatura única entre os três partidos à Presidência. Recentemente, Moro estimulou que o Podemos também participe das conversas.

Lula (PT) – 44%

Bolsonaro (PL) – 26%

Sergio Moro (Podemos) – 8%

Ciro Gomes (PDT) – 7%

André Janones (Avante) – 3%

João Doria (PSDB) – 2%

Felipe D’Ávila (Novo) – 1%

Vera Lúcia (PSTU) – 1%

Leonardo Péricles (UP) – não chegou a 1%

Brancos ou nulos – 6%

Não souberam responder – 2%

Fonte: Oglobo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s