PF indicia 27 por desvios de R$ 40 milhões na Saúde

Alvos são investigados no âmbito da Operação Contágio; fraudes teriam ocorrido por meio de organização social contratada por municípios paulistas

PF indicia 27 por desvios de R$ 40 milhões na Saúde

Polícia Federal indiciou hoje 27 investigados no âmbito da Operação Contágio por desvios de R$ 40 milhões de recursos públicos da Saúde por meio de uma organização social (OS) contratada pelos municípios de Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Hortolândia, São Vicente e Cajamar, em São Paulo.

Os crimes imputados são: lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos, superfaturamento em fornecimento de medicamentos, organização criminosa, fraude em licitação e uso de documento falso.

Segundo a PF, a organização social havia sido constituída com documentos fraudulentos, que permitiram que ela fosse contratada por diversas cidades. O presidente era um veterinário de 28 anos, mas as investigações apontam que a OS era efetivamente controlada por diversos médicos.

A corporação também informou que os integrantes da organização sacaram cerca de R$ 20 milhões em espécie com a escolta armada de um guarda civil municipal. Ainda de acordo com a PF, grandes quantidades de valores foram transferidas para outras empresas controladas pelo grupo.

Dois médicos estão foragidos e outros dois indiciados estão presos preventivamente por ordem do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O Superior Tribunal de Justiça negou diversos habeas corpus impetrados pelos indiciados.

Fonte: Oantagonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s