Azambuja disse que Riedel ‘decola’ assim que definidas candidaturas

Governador acha que secretário é o menos conhecido entre os concorrentes, daí não se destaca.

Reinaldo Azambuja anuncia investimento de R$ 12 milhões para Miranda -  Bonito Mais Notícias

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do PSDB, disse na manhã de ontem, em Campo Grande, que o pré-candidato de seu partido ao governo, em 2022, o secretário da Infraestrutura, Eduardo Riedel, deva “decolar” nas pesquisas de intenção de voto, a partir das definições das candidaturas, ano que vem.

Para o tucano, o fato de o secretário ser o menos conhecido entre os pertinentes pelo governo, é o que estaria impedindo a “arrancada” do pré-candidato.

Riedel, ao menos nas pesquisas preparadas por institutos locais, e divulgadas até agora, não aparece entre os primeiros cotados.

“Fui candidato aqui em Campo Grande em 2012 [disputou prefeitura], 2014, 2018 [eleito e reeleito governador], e nem sempre sai bem nas primeiras pesquisas. Nosso pré-candidato [Riedel] é o menos conhecido até agora, mas tem um ótimo perfil para ser o candidato. Vamos buscar amplas alianças, acredito que a gente faz política com aliados “, afirmou o governador.

Como meio de credenciar Riedel na corrida sucessória, em sua interpretação, Azambuja disse que seu pré-candidato é “um ótimo gestor que formou na construção” do que chamou de um “novo Mato Grosso do Sul” em questões.

“Pegamos um Estado quebrado em 2015. Hoje, o Estado é o terceiro do país com o menor número de desemprego e MS é o melhor que muitos estados do país [em tratando-se de economia]. Estamos presentes nos 79 municípios do Estado. Atendemos as pessoas necessitadas sem se esquecer dos investimentos “, afirmou o governador, elaborando que Riedel” é parte das mudanças que melhoraram MS “.

Azambuja acha que as pesquisas devem conquistar mais importância a partir do meio do ano que vem, período que os partidos e as alianças se firmam em torno de candidaturas definitivas.

“Após as convenções nós vamos ver as candidaturas e não tenho dúvida que o Eduardo [Riedel] vai representar um legado”, conclui o governador.

Recentes pesquisas indicam como líder na disputa pelo governo, o ex-governador André Puccinelli, pré-candidato do MDB, um empate técnico entre uma deputada federal Rose Modesto, que é do PSDB e pensa em trocar de partido para se tornar pré-candidata prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, do PSD. 

Eduardo Riedel, o pré-candidato do PSDB, aparece depois, à frente do ex-governador José Orcírio dos Santos, o Zeca do PT.

Fonte: Correiodoestado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s