Anvisa recebeu mais de 130 ameaças desde sexta-feira

Técnicos da agência detectaram um crescimento especialmente desde sábado; hoje, a Polícia Federal abriu investigação para apurar a origem dos ataques aos servidores.

A Anvisa recebeu desde sexta-feira (17) mais de 130 e-mails com ameaças a seus servidores em razão da autorização para vacinação infantil contra a Covid-19.
A contabilidade é parcial e integra um levantamento que a agência está fazendo para entregar o material aos órgãos de investigação.

Hoje, a Polícia Federal abriu investigação para apurar a origem dos ataques aos servidores.

Apenas uma das cinco diretorias recebeu desde sexta-feira 123 e-mails. Uma outra diretoria, a responsável por vacinas, recebeu só nesta segunda-feira (20) oito ameaças por e-mail a integrantes da agência.

A agência constatou que após as declarações do presidente Jair Bolsonaro (PL), durante a transmissão de uma live, de que pretenderia divulgar o nome dos técnicos responsáveis pela aprovação da vacinação infantil contra Covid houve uma intensificação das ameaças ao órgão.

Também estão sendo coletadas ameaças pelas redes sociais. Técnicos da Anvisa detectaram um crescimento, especialmente desde sábado, de robôs atacando o órgão e expondo nomes, telefones e emails de seus servidores.

No domingo (19), a Procuradoria Geral da República também anunciou que abriu investigação sobre os ataques.

(A primeira versão deste texto, publicada às 18h11, registrava oito ameaças por e-mail e ligações telefônicas a integrantes da agência só nesta segunda-feira, segundo diretores do órgão relataram à CNN. O texto já está atualizado com o novo número de ameaças.)

Fonte: CNN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s