RIO BRILHANTE: PARTICIPANTE DE MANIFESTAÇÃO PRÓ-BOLSONARO APRESENTA SINTOMAS DE COVID 19

Manifestações não foram grandes o suficiente para Bolsonaro vencer crise,  avaliam analistas políticos - BBC News Brasil

Há uma semana o site Enfoque Político, trouxe a informação de que as autoridades sanitárias de Rio Brilhante, colocaria os manifestantes que foram até Brasília em um ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, em uma quarentena de 7 dias, por causa da aglomeração a que estes se submeteram ao participarem da manifestação em frente ao Palácio do Planalto. De acordo com as medidas tomadas pela administração municipal, o objetivo de isolar os participantes do evento na capital federal, tinha como finalidade preservar não apenas a vida dos manifestantes, como de prevenir possível contato destes com outras pessoas, caso algum apresentasse sintomas da doença.

Nesta segunda-feira, 24, por meio de informações repassadas ao Enfoque Político, confirmou-se que um dos integrantes do grupo que esteve na manifestação do dia 16, apresenta sintomas da doença, e que está sendo monitorados pela equipe de combate a covid. A doença já matou 52 pessoas no município, e nos últimos 7 dias, vitimou 11 pessoas. Esse manifestante é assíduo nas redes sociais, sempre cobrando ações do poder público local, e constantemente aparece defendendo o governo do presidente e a aplicação da hidroxicloroquina para combater a doença.

Nossa reportagem apurou que as autoridades de saúde devem refazer os testes de covid 19 em todos os participantes do movimento que estiveram em Brasília, e que de alguma forma tiveram contato com este manifestante, já que um outro manifestante está com quadro gripal, semelhante aos sintomas da covid 19, subindo para 2 o número de casos suspeitos nos participantes da viagem. Mesmo com um crescimento no número de casos de covid 19, e com a taxa de mortos em alta, muitos apoiadores do presidente, ainda optam por descumprir as medidas básicas de enfrentamento a doença que já matou mais de 450 mil pessoa em todo o país.

Outra informação, que foi apurado pela reportagem, é de que se os números de confirmação pela covid continuarem em alta o prefeito e os vereadores estudam a possibilidade de um decreto, em que as medidas que foram adotadas, sejam endurecidas. Existe a possibilidade de se estabelecer a lei seca, onde se proíbe a venda de bebidas alcoólicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s