EM ALAGOAS BOLSONARO PERDERIA PARA LULA, DIZ PARANÁ PESQUISAS

Quando políticos de Alagoas voltam aos holofotes, um levantamento exclusivo do Paraná Pesquisa para o site Diário do Poder e esta coluna revela que, se a eleição presidencial fosse hoje, o presidente Jair Bolsonaro seria menos votado que o petista Lula no Estado, mas por uma diferença que já foi bem maior: 36,6% a 26,8%.

Mas se o candidato do PT for Fernando Haddad, Bolsonaro venceria por 29,2% a 14,7%. Na eleição de 2018, Haddad obteve quase 60% dos votos em Alagoas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do DP.

Ciro Gomes, Luciano Huck, Sergio Moro, João Doria, Luiz Mandetta, João Amoedo e Cabo Daciolo nem sequer chegam aos 6%.

Ex-deputado e fenômeno da internet, Cabo “glória a deuxxs” Daciolo tem ao menos 1% dos votos em todos os cenários. Empata com Mandetta.

Entre homens, Lula teria 36,1% e Bolsonaro teria 35,7%, diz o Paraná Pesquisa. Entre mulheres o petista tem 37% e os alagoanos foram convidados a avaliar o governo: 43,9% o aprovam e 51,9% o desaprovam. A diferença já foi mais desfavorável a Bolsonaro.

Veja os números do cenário mais provável para presidente em 2022:

Fonte: Diário do Poder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s