Antiviral acelera a recuperação da covid-19 de pacientes não hospitalizados

Estudo preliminar realizado por pesquisadores do Centro de Doenças do Fígado de Toronto, ligado à UHN (University Health Network) de Toronto, mostra que um medicamento antiviral experimental permitiu a rápida recuperação de pacientes não hospitalizados com covid-19. O medicamento, chamado peginterferon-lambda, também diminuiu a infecção comunitária, por ter cortado a fácil transmissão do vírus pelos contaminados.

O estudo foi publicado em 5 de fevereiro na revista britânica The Lancet, a mais prestigiada revista científica da área médica.

“Esse tratamento tem grande potencial terapêutico, especialmente neste momento, visto que temos variantes agressivas do coronavírus se espalhando pelo mundo que são menos sensíveis a vacinas e ao tratamento com anticorpos”, disse Jordan Feld, especialista em doença de fígado, que liderou o estudo.

O medicamento é feito a partir de uma proteína produzida pelo corpo diante de uma infecção viral, da mesma classe que os interferons –proteína que estimula a imunidade e defesa de células. A função dessa enzima é ativar alguns mecanismos celulares responsáveis por matar o vírus, que agem impedindo a replicação viral.

O coronavírus, que causa a covid-19, evita que o corpo produza interferons. Uma das principais causas de morte pelo vírus é a chamada “tempestade de citocinas”, causada por uma reação exacerbada do sistema imune que ataca o próprio organismo, e não o coronavírus. A peginterferon-lambda redireciona o sistema de defesa do corpo para atacar o vírus, e não os próprios órgãos.

Para verificar a ação do medicamento, os pesquisadores da UHN conduziram um estudo clínico randomizado e duplo-cego de fase 2 com a droga em 60 pacientes: 30 receberam o medicamento, e outros 30 receberam placebo (substância que não surte efeito no organismo). O estudo foi realizado de maio a novembro de 2020, com encaminhamentos de 6 centros de avaliação ambulatorial.

Dentre os participantes do estudo, 5 precisaram de atendimento hospitalar com sintomas respiratórios. Desses, 4 receberam o placebo e apenas 1 recebeu a droga.

O medicamento é aplicado em uma única injeção. De acordo com o estudo, os indivíduos que receberam a injeção de peginterferon-lambda tiveram 4 vezes mais chance de recuperação da covid-19 nos 7 dias seguintes, em comparação com o grupo placebo.

A quebra na cadeia de transmissão do vírus também foi identificada: 79% dos pacientes com alta carga viral –mais de 1 milhão de cópias do vírus por ml– recuperaram-se da covid-19 após receber o tratamento. No grupo dos que receberam placebo, a taxa foi de 38%.

“As pessoas que foram tratadas eliminaram o vírus rapidamente, e o efeito foi mais pronunciado naquelas com os níveis virais mais altos. Também observamos uma tendência de melhora mais rápida dos sintomas respiratórios no grupo de tratamento”, disse Feld.

“Se pudermos diminuir o nível do vírus rapidamente, as pessoas têm menos probabilidade de espalhar a infecção para outras e podemos até ser capazes de encurtar o tempo necessário para o autoisolamento”, acrescentou.

Até o momento, nenhum medicamento teve eficácia comprovada para o tratamento da covid-19, inclusive para pessoas que não necessitam de internação hospitalar, ou seja, têm sintomas leves. As vacinas e as medidas de distanciamento social são as únicas formas efetivas para prevenir a doença.

Os pesquisadores da UHN agora irão conduzir mais estudos para comprovar a eficácia do peginterferon-lambda. A droga é também investigada simultaneamente em outros centros de pesquisa, como a Universidade Harvard, a Universidade Johns Hopkins e o Centro Médico da Universidade de Soroka, em Israel.

Fonte: Poder360.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s