TSE mantém Coronel David desfiliado do PSL, sem perder mandato

Em 1 ano e 8 meses de mandato, o parlamentar destinou 2,5 milhões em emendas para os municípios de MS

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o recurso da Executiva Estadual do PSL, em Mato Groso do Sul, contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), que julgou procedente a ação de desfiliação do deputado estadual Coronel David.

O parlamentar ganhou no TRE o direito de deixar o PSL, partido no qual se elegeu deputado em 2018, sem perder o mandato. A Executiva, por sua vez, recorreu a instância superior e perdeu. 

Coronel David, agora, tem caminho livre para seguir seu mandato e escolher outro partido para se filiar. Segundo o advogado Ary Raghiant, que defende o parlamentar, Coronel David terá agora que respeitar somente o “prazo de seis meses necessário para poder ser candidato”, ou seja, terá bastante tempo para decidir. 

Fonte: JD1.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s