Os mandados cumpridos na manhã desta segunda-feira (30/11) por policiais militares do (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) em Dourados são de busca e apreensão. Eles estão nas secretárias de Saúde e Administração. 

As ações são coordenadas pelo promotor Luiz Eduardo de Souza Sant Anna Pinheiro, do Gaeco. 

Ele e outro integrante do MPE (Ministério Público Estadual) estão na diretoria de recursos humanos da Secretaria de Administração, localizada no Bloco C do CAM (Centro Administrativo Municipal). 

Outras duas equipes cumprem as determinações judiciais no prédio que funciona a Saúde, distante menos de 500 metros da sede do Executivo douradense. Nos dois locais os servidores ficaram do lado de fora. 

Essa é a oitava operação realizada no município em menos de quatro anos. 

A atual administração já passou pela ‘Volta às Aulas’, três fases da ‘Pregão’, duas da ‘Purificação’ e a Contágio, que investiga fraudes na aquisição de itens de prevenção à pandemia do coronavírus. 

Dourados News entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura e ainda não há um posicionamento sobre o caso. O MPE também não se posicionou sobre o que motivou a nova operação na cidade. 
 

Fonte: Douradosnews.