Centrão avança na Agricultura e Tereza Cristina pode pedir pra sair

Notícias sobre Tereza Cristina e mais | Exame

A ministra da Agricultura Tereza Cristina está ‘esgotada’ e prestes a pedir para deixar o governo de Jair Bolsonaro. A avaliação é de aliados da sul-mato-grossense, que faz trabalho de destaque no Governo federal.

São muitas as causas do estresse. Começando pelo gabinete do ódio bolsonarista, que vez ou outra vira seus canhões digitais para a ministra. O motivo, na cabeça do chamado núcleo ideológico, é que Tereza ‘defenderia’ demais a China. Lembrando: o país asiático é, de longe, o maior comprador de produtos agrícolas nacionais.

Além disso, o Democratas, partido da ministra, está em rota de colisão frontal com Jair Bolsonaro. Tereza Cristina fica no meio, acalmando ânimos de um lado e de outro.

E agora, pra completar, o ‘projeto anti-impeachment’ de Bolsonaro pode afetar diretamente a pasta da Agricultura. O Centrão, grupo de partidos conhecido pelo afã à cargos públicos, mira justamente o Ministério comandado por Tereza. A ministra é pressionada a ceder vagas, inclusive de segundo escalão na pasta, aos novos aliados

Exemplo é que o Centrão cresceu o olho sobre a pasta dela e quer nomear o ex-deputado César Halum (Republicanos), atual secretário de Agricultura do Tocantins, para a Secretaria de Política Agrícola do ministério. O cargo é ocupado por Eduardo Sampaio Marques, nome de confiança da ministra.

Somados, os desgastes afetam diretamente a ministra, que pode ser mais uma baixa no já esfacelado ministério de Jair Bolsonaro.

Fonte: Topmidianews.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.