Flávio Bolsonaro usou R$ 500 mil do fundo partidário para pagar advogado investigado no caso Queiroz

MPF abre investigação sobre vazamento de operação da PF a Flavio ...

O PSL nacional contratou em fevereiro de 2019 o escritório de advocacia de um ex-assessor de Flávio Bolsonaro que teve o nome citado no suposto vazamento de informações da Polícia Federal sobre o caso Fabrício Queiroz.

Segundo a Folha, o contrato foi firmado a pedido de Flávio. Ele teve duração de 13 meses e meio, com custo de R$ 500 mil dos cofres públicos, financiado pelo fundo partidário.

O escritório contratado é o Granado Advogados Associados, do qual Victor Granado Alves é sócio. O advogado foi citado por Paulo Marinho como um dos ex-assessores de Flávio Bolsonaro que foram informados por delegados da Polícia Federal do Rio sobre a operação Furna da Onça, da qual Queiroz era um dos alvos.

Fonte: Oantagonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.