Vigilância sanitária de Rio Brilhante, fecha depósito de carnes de restaurante

Uma equipe da vigilância sanitária de Rio Brilhante, esteve na manhã de hoje no terminal rodoviário do município, para constatar possíveis irregularidades no manuseio de carnes que seriam usadas no restaurante que detém a concessão do município para explorar os serviços de vendas de alimentos e bebidas naquele terminal.

Diante das imagens que foram entregues a vigilância, os fiscais foram até o local, e comunicaram ao concessionário do restaurante, que a sala utilizada para armazenamento de carnes deve ser fechada, uma vez que o restaurante não possui alvará para desossa de carnes, muito menos em um local onde tempos atrás era um banheiro.

Nos vídeos que foram entregues à vigilância funcionário aparece carregando um recipiente com ossos que foram colocados em um caminhão que faz o recolhimento desse tipo de material. Em seguida, um outro funcionário do restaurante, aparece passando um pano no local após a saída do caminhão. Nossa reportagem flagrou ainda uma quantidade enorme de moscas dentro da sala onde ficavam armazenadas as carnes.

Enfoque Político entrou em contato com a responsável pela vigilância sanitária do município, Queila Tagara, que nos informou que o explorador do serviço de venda de alimentos e bebidas no terminal rodoviário, terá 24 horas para desocupar a sala onde as carnes estavam armazenadas, e que a seguir a sala será lacrada, não podendo mais ser utilizada para este fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.